segunda-feira, 24 de outubro de 2016

José Coelho de regresso ao Felgueiras

(clique na imagem para ampliar)

   José Coelho, médio português de 26 anos é reforço do nosso clube e está assim de regresso a uma casa que bem conhece e onde foi muito bem acolhido.
   O médio de características ofensivas, passou pelo nosso clube na época 2014/15 onde participou em 34 jogos e tendo feito 8 golos. Com essa boa época, ingressou no Olhanense na II Liga e em 19 jogos fez 4 golos, tendo feito só metade da época, transferindo-se para o Al Hala do Qatar.
   Com o desejo de regressar ao futebol europeu, Coelho foi alvo de algumas propostas que não se chegaram a concretizar e estava sem clube até que novamente, o FC Felgueiras lhe abriu as portas para ser feliz de azul grená.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A Visão do Capitão



Boa tarde Pinto. Como te sentes nesta quarta época a vestir de azul grená e como capitão de equipa?
P: É com enorme satisfação que visto a camisola do Felgueiras pela quarta época consecutiva. Apesar de já ter surgido a oportunidade de sair, nunca o fiz porque dei sempre prioridade a este grande clube. Não sinto arrependimento algum por ter tomado essa decisão, pois sempre gostei muito de cá estar. Aliado ao que acabo de dizer, está o facto de ter assumido o papel de capitão de equipa e não escondo que isso também pesa quando chega a hora de optar. É com muito orgulho que desempenho esse papel, até porque falamos de um dos históricos do nosso futebol: Convém referir também que não estou sozinho nesse papel, pois há mais jogadores dentro do grupo de trabalho que desempenham essa função, caso do Cajó e outros.

Que diferenças significativas encontras neste novo Felgueiras?
P: Este é um Felgueiras totalmente novo e ainda bem. Quem está nesta casa há mais anos sente mais as diferenças certamente. É impossível, hoje, não destacar a organização que foi implantada, a disciplina, o rigor e a ambição constante que hoje reina no Felgueiras. As pessoas que lideram o clube estão sempre presentes, muito próximas do grupo e disponíveis para qualquer eventualidade.

E o balneário? Como está a viver este “renascer” do clube?
P: O grupo de trabalho e todos os que integram o balneário do clube têm consciência de que estes são tempos muito importantes para o Felgueiras. Este Clube esteve adormecido alguns anos e agora tem bases sustentadas e solidificadas para crescer. Estamos perfeitamente conscientes da nossa responsabilidade e sabemos que desempenhamos um papel fundamental nesta nova história. Garanto que tudo faremos para não defraudar as expectativas.

Até agora, qual a tua opinião sobre o trabalho do mister Ricardo Silva?
P: Já tinha ouvido falar muito das competências do mister Ricardo Silva mas não o conhecia pessoalmente. Agora estou em condições de fazer uma avaliação mais correta, uma vez que já temos alguns meses de trabalho em conjunto. É um treinador jovem e com grande futuro pela frente, não tenho dúvidas que em breve chegará ao topo do nosso futebol. Tem ideias claras e excelentes métodos de trabalho, é um excelente ser humano e triunfará com toda a certeza. E claro, não nos podemos esquecer da toda a restante equipa técnica que o acompanha e que por certo o ajuda a ser melhor a cada dia que passa.

Tens confiança de que o clube vai atingir os objetivos?
P: A essa pergunta respondo com toda a firmeza. Claro que temos confiança e acreditamos que vamos atingir o objetivo, é para isso que trabalhamos arduamente todos os dias. Não podemos prometer nada, pois existem muitos imponderáveis no futebol, mas o trabalho está a ser bem feito e toda a estrutura está confiante.

E o potencial do clube? Achas que está a crescer?
P: Quem está mais por dentro sente de forma notória que o clube está a crescer e vai continuar nesse caminho ascendente. Como disse anteriormente, o Felgueiras agora tem bases sustentadas e não tenho qualquer dúvida que o futuro será risonho.

Como é normal em todos os clubes, o 12º jogador é o impulso para os jogadores durante o jogo. Como descreves os nossos adeptos?
P: Os nossos adeptos tem sido excelentes, mostram-se presentes em casa e criam um ambiente difícil para o adversário. Até nos jogos fora temos sentido sempre a presença deles! Desde já agradeço em nome de todo o grupo de trabalho, apelando uma vez mais que compareçam em massa nos jogos do nosso Felgueiras. Todos juntos somos mais fortes.

Muito obrigado por esta entrevista capitão, continuação de uma excelente época!
P: Um abraço a todos e um cumprimento especial ao blogue pelo excelente trabalho. H.Pinto23



sexta-feira, 30 de setembro de 2016

"Visão do Mister" de Ricardo Silva



   Como fazemos todas as semanas, Ricardo Silva dá novamente a sua opinião nas três perguntas da semana na rubrica "Visão do Mister".

1- Como classifica o desempenho do FC Felgueiras no Campeonato de Portugal?
RS: Aquilo que é a entrega ao jogo dos meus jogadores, o compromisso coletivo e o chegarmos a uma ideia de jogo classifico-o de excelente até ao momento para quem só está junto há dois meses e meio, naquilo que é a materialização na tabela classificativa penso que tendo em conta as contingências dos dois últimos jogos poderíamos já estar a liderar a série com uma margem interessante para 4 jogos realizados, mas sabemos que não estamos a competir sozinhos e do outro lado há jogadores e equipas também com os mesmos objetivos, mas à que salientar que estamos na liderança da série e vamos defende-la ou persegui-la até à ultima jornada.

2- O FC Felgueiras tem neste momento, alguns jogadores chave lesionados. É pacífico dizer-se que a equipa tem sofrido com essas ausências ?
RS: Não temos sentido falta de ninguém, lamentamos realmente as lesões que na grande maioria não foram provocadas nas nossas mãos, são jogadores de enorme valia e podem-nos ajudar no futuro,mas o futebol é o momento e no momento é com os jogadores aptos que contamos e não daremos desculpas por jogador A ou B estar lesionado, faz parte do nosso trabalho encontrar soluções e não viver focado nos problemas, os meus jogadores sabem aquilo que penso deles e da confiança que lhes transmito a quem entra ao domingo, por isso é dar tempo a esses jogadores para se recuperarem e não recaírem na própria lesão e de certeza absoluta que em cada jogo que o Felgueiras entrar será extremamente competitivo porque temos um plantel forte em todas as posições.

3- Está absolutamente convicto de que o Felgueiras vai atingir os objetivos no final da temporada ?
RS: Neste campeonato não se pode falar em final da temporada em Setembro. Temos como objetivo claro à semelhança dos anos anteriores mas desta vez de forma assumida e com coragem para o fazer de que o Felgueiras quer estar na fase final para disputar uma eventual subida de divisão, ou seja, o nosso primeiro passo são estes primeiros 18 jogos, que com trabalho, ambição e compromisso vamos tentar ser melhor que pelo menos 8 equipas da nossa série para poder lá estar e eu como líder do grupo logicamente acredito que isso vai acontecer e irei fazer com que os meus jogadores acreditem também.